Antony e Gabriel - Bruta e Indelicada

Antony e Gabriel - Bruta e Indelicada
Letra: Antony e Gabriel - Bruta e Indelicada

Quando chega já causa problema
Quando passa, as outras sai de cena
E começa bem ao zumzumzum das abelhas
Um sorriso no rosto, um jeitão debochado
Whisky na mão e as amigas do lado
Essa mulher desanda...

Eu vou pagar pra ver
Se é bruta na cama, como é no curral
Se é indelicada, como diz e tal
Se é quente, pra frente, fala umas besteiras
Eu vou pagar pra ver
Se é bruta na cama, como é no curral
Se é indelicada, como diz e tal
Se é quente, pra frente, fala umas besteiras
Eu vou pagar pra ver...

Um sorriso no rosto, um jeitão debochado
Whisky na mão e as amigas do lado
Essa mulher desanda...
Eu vou pagar pra ver
Se é bruta na cama, como é no curral
Se é indelicada, como diz e tal
Se é quente, pra frente, fala umas besteiras
Eu vou pagar pra ver
Se é bruta na cama, como é no curral
Se é indelicada, como diz e tal
Se é quente, pra frente, fala umas besteiras
Eu vou pagar pra ver...
Se é bruta na cama, como é no curral
Se é indelicada, como diz e tal
Se é quente, pra frente, fala umas besteiras
Eu vou pagar pra ver...
Eu vou pagar pra ver...

Postar um comentário

Copyright © videoclipe.net