Leonardo, Eduardo Costa - Vestido de Seda

Leonardo, Eduardo Costa - Vestido de Seda
Letra: Leonardo, Eduardo Costa - Vestido de Seda

Meu bem eu queria que você voltasse ao menos pra buscar
Alguns objetos que na despedida você não levou
Um batom usado caído num canto da penteadeira
Um vestido velho cheio de poeira
Jogado no quarto com marcas de amor

Vestido de seda o seu manequim também me deixou
Aí no cantinho não tem mais valor
Se não tem aquela que tanto te usou
Eu também não passo de um trapo humano sem minha querida
Usado e jogado num canto da vida
Não sei o que faço sem meu grande amor

Eu já nem acendo a luz do meu quarto quando eu vou deitar
Porque no escuro não vejo no espelho meus olhos chorando
Não vou na cozinha pra não ver dois copos vazios na mesa
Me fazendo lembrar com tanta tristeza
Da última noite que nós nos amamos

Vestido de seda o seu manequim também me deixou
Aí no cantinho não tem mais valor
Se não tem aquela que tanto te usou
Eu também não passo de um trapo humano sem minha querida
Usado e jogado num canto da vida
Não sei o que faço sem meu grande amor

Postar um comentário

Copyright © videoclipe.net